quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Cozinhar no caldeirão...


Os presentes que oferecemos no Natal passado ficaram marcados pelos frasquinhos de lemon curd, taças de marmelada, tomates secos em conserva e cogumelos funghi porcini com especiarias. Tudo confecção particular, em longas tardes de gastronomia na nossa cozinha mágica.

É difícil explicar a alegria que têm as nossas tardes ao fogão e o fim delas a enfrascar tudo aquilo que saiu dos caldeirões. Estes presentes, mexidos com a varinha de condão, levam muitos pozinhos de perlimpimpim, muitos ingredientes secretos, recolhidos no mais secreto bosque.

Sou, certamente, candidata ao prémio de maior aldrabona de receitas, devo ter saído à minha bisavó! As receitas do livro dela nunca saem bem a ninguém. Diz a minha avó que ela nunca fazia nada como lá estava escrito. A verdade é que cozinhava maravilhosamente e todos temos muita pena de que ninguém tenha tido tempo de a espiar e reescrever as receitas. A mim nem sempre me sai tudo bem, há mesmo um dia em que sai tudo mal! Mas os convidados não são esquisitos e, se eu digo que é bolo escangalhado, uma receita nova, ninguém vai duvidar e muito menos supor que não consegui desenformar o bolo direito!

A verdade é que mudo sempre qualquer coisinha, às vezes não mudo é a coisa certa, mas com as experiências vou lá! Não resisto a inovar. Ainda me lembro de uns cogumelos recheados de queijo azul que da receita acabaram por ter só os cogumelos, essa nem eu consigo repetir!

A 'nossa' cozinha é mais ou menos como um laboratório de experiências científicas, onde por vezes há fogo, explosões e cadeirões fumegantes. Não proibimos a entrada nem de espectadores, nem de rapadores de tachos. É essa companhia que faz as alegrias e, muitas vezes, as distrações... mas tudo se supera e tudo se recupera…

Aqui fica a receita da Marmelada de Limão lemon curd, tirada da minha Bíblia da Culinária - O Pantagruel, exemplar cheio história, desde o início, e de dedadas várias, marca das aventuras culinárias que ao longo dos anos vamos passando e das danças que vamos dançando, porque a banda sonora também é pó mágico.

Agora que a receita está dada, vamos lá ver quem se atreve a ir para o lume! Ficam é a saber que nem eu sabia que mudava tantas coisas! É esta a receita que sigo, mas não faço nada assim… segredos!


INGREDIENTES:
1 kg de açúcar
125 g manteiga sem sal
8 ovos
6 limões

PREPARAÇÃO: Põe-se o açúcar num tacho e ralam-se em cima as cascas dos limões, juntando-lhes o sumo dos mesmos e a manteiga. Leva-se tudo ao lume a ferver durante um bocado mexendo sempre. Tira-se deitam-se na mistura os ovos, previamente bem batidos e volta a lume muito, muito, muito brando para fervinhar durante 5 minutos, mexendo sempre com a colher de pau. Guarda-se em boiões.

7 comentários:

Mad disse...

Olha, mais uma para a minha colecção! E vão quatro, só de lemon curd. Já te disse que o teu estava óptimo? Quando é que fazes mais? (eh eh eh)

Sofia disse...

Para ti depois dou a receita que acho que está certa! Prometo que faço mais antes de ires embora (já sei que a mana Ana acabou com o pote no Sábado!)... mas só se me vieres fazer uma visita!

Já viste o menino de olhos verdes ali em baixo? Vê o vídeo que o sorriso é maravilhoso! Beijinhos

Sammia disse...

Aaahh Sofia,
Acho que esta receitinha me tira da engorda que decidi fazer depois da minha postagem hein! Mas receitas da vovó, dessas do fundo do baú impagáveis são.

Ah e veja lá que erraste amiga! :D
Te dei mais uma chance. Dica? O blog dele mal cá vem por aqui, mas antigamente o chamavamos de Asteróide...
Se não ajudar eu entrego! Hahahaha
Grandes beijos a tí e ao Codornizes.

Sofia disse...

Sammia, gostou? Eu também! Mas já esgotei o meu stock de lemon curd, terei de fazer mais! É o meu doce preferido!

Estou a ver que o JG também anda em busca do menino dos teus suspiros. Pois vamos lá fazer pesquisa a ver se descubro! Quero ganhar!

Um beijinho

Sofia disse...

Ganhei Sammia! É o dono do dosesdemim? O que tem dores nas costas de saudade (será de você?)?

um beijo

Sammia disse...

Hahahaha menina esperta! Ganhaste :)
Ele tem imensas doses de saudades de tudo, até do que nunca viu. De mim diz ele sofrer todos os tantos possíveis. Eu digo o mesmo.

Agora que és a vencedora deves reivindicar teu prêmio. Não garanto os doces, mas no que estiver ao meu alcançe lance tua vontade que nosso departamento avalia e entrega :)))
Muitos beijos amiga.

Sofia disse...

Loira mas poco burra, é o que costumo dizer! Olha que vou pedir o prémio, mesmo! Pode ser doce, sem engordar... Escolha você que eu adoro surpresa!
um beijo