sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Bom fim-de-semana

Bom fim-de-semana a todos que eu vou para o campo!
Até logo aos que nos forem ajudar com as iguarias de amanhã;
até amanhã aos que por lá passarem
e até Domingo a quem por aqui for passando!

( Fotografia de Miguel Ferreira)

13 comentários:

diogo disse...

Bom fim-de-semana também. Nada como sair da cidade e ir para o campo de vez em quando. Portem-se mal mas não chateiem muito os animais...

Hoje falei com a tua cara-metade, sem querer. Estava a instalar uma camara no computador (para falar com a minha Saidinha)e, quando dei por mim, estava a falar com ele.

Mais uma vez obrigado pelo presente lá de baixo. Gostei muito.

Só não gostei de andares a dar ideias á Saidinha para comer chocolates...

Maria João disse...

Que sorte... um fim de semana no campo... aproveita ao máximo!!!

Maria del Sol disse...

Nada como ir respirar bom ar para começar a semana de trabalho com mais inspiração. Diverte-te e descansa :)

Mad disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
av disse...

Ainda estou a recuperar desse magnífico e opíparo almoço de ontem, no Toxofal, que me deixou alimentada por 15 dias pelo menos.
Obrigada aos anfitriões e cozinheiros, porque tudo estava uma maravilha e gostei muito do convite.
Beijinhos

miguel disse...

Ah sim, eu e a Paula , simplesmmente, adorámos mais esta tarde passada no Toxofal. E, bem, o melhor do óptimo , na minha opinião, foi mesmo aquele fantástico bacalhau com broa da Mãe Teresa. Mas também aquele caprino com aquelas batatas à " moda do Toxofal". E aquele grupo de amigos dos 1 aos 100 anos e o discurso do Senhor Embaixador, mais intimista que sei lá. E os 3 fantásticos e queridos bloguistas: estava lá mais algum? E aquela surpreendente casa do Toxofal. E a simpatiquíssima Isabel.E...
Mais uma tarde boa, mesmo.
Obrigado!

Sofia disse...

Olá Diogo! Para mim o Toxofal é mesmo o meu chão de fim-de-semana... onde vou buscar as energias para as minhas semanas malucas de um lado para o outro, muitas vezes com os segundos contados! Desta vez foi festa e choveu, não deu muito para 'essas' passeatas pelo campo, nestes dias é mais à lareira com os passarinhos no beiral! (lol) Mas a primavera está quase aí,não é?

Sofia disse...

Maria João, é uma sorte a cada sexta, que só costuma acabar na segunda de manhã! Aproveitei mesmo! Espero que o teu também tenha sido bom!
beijinhos e boa semana

Maria del sol, o melhor é inspirar todo o ar puro, para depois ir consumindo durante a semana... beijinhos

Sofia disse...

Vês Ana, eu prometi festa em grande! Ainda bem que foste! Gosto sempre que os amigos conheçam os sítios de que falo, os espaços das confidências... Não sentiste isso quando estivemos na lareira? Para a próxima, passeio pelo campo! Está combinado! beijinhos

Miguel, ainda bem que gostaram! Estas festas são sempre assim, dos 0 aos 100... Há sempre iguarias da mãe Teresa e as especialidades de cada um! Os brigadeiros da tua filha também contam! Adorei que tivessem vindo!

Não havia mais blogueiros, mas estavam lá leitores do teu blogue! beijinhos para ti e para a Paula

Huckleberry Friend disse...

Grande tarde, porque feita de amizades, conversas, gerações, beijinhos, sorrisos... deixo apontamentos sobre instantes que (infelizmente?) não dá para partilhar com os convidados, mas que ficam no goto de quem recebe:

1. A noitada da véspera, até às quatro, com a sereia deste cais a liderar uma equipa de fiéis (y compris esta codorniz) na confecção de pizas, pâtés, doce da Praia, empada de pato à Sissi da Baviera sem buço e orvém (especialidade goesa). Às tantas, uma das garrafas de vinho verde previstas para a festa veio parar à mesa, com várias cervejas, e uma das pizas tornou-se calzone improvisada para a ceia. Foi memorável ver uma tia-avó de 85 anos, que nunca provara piza, a deleitar-se uma fatia, regada a Muralhas de Monção, àquela hora da madrugada!

2. A manhã do próprio dia. Azáfama na cozinha, onde pulula um sem-fim de colaboradores e voluntários, acender a lareira, pôr as toalhas nas mesas, distribuir a loiça de barro, ir à Lourinhã para as últimas compras - caldo verde fresquinho, legumes para a salada, gelo para os aperitivos, miniaturas da praça, flores, fruta -, cabeleireiro para algumas madames (lindona!), voltar ao Toxofal, verificar o andamento da coisa, a chegada dos hors d'oeuvres da sogra, que há que distribuir em taças e travessas, atender um ou outro telefonema de "epá, não vai dar" ou "perdi-me em Loures" e, finalmente, com tudo en su sitio, começar a receber os amigos, os presentes, os sorrisos.

3. O pós. Conversar ou passar pelas brasas, à lareira, com uma ginjinha desencantada pela Sandy, para digerir o jantar, que foi repetição do almoço, com menos comensais, mas idêntico ruído de gargalhadas. Muita cigarrilha, muita música francesa, muito disparate, muita ternura e cumplicidade. Muito sono, também. E um aniversariante feliz...

Obrigado, Sofia. Sem ti, não tinha tido metade da graça.

Sofia disse...

Só tu para descreveres com tanta beleza a agitação deste fim-de-semana em tudo EXEMPLAR como as meninas da Condessa e em nada desastroso como costumam ser as aventuras de Sofia! ;)

um beijinho enorme
p.s. O miguel tem razão... isto teria dado um bom post! Mas eu vou dar-te outro presente

Huckleberry Friend disse...

Tudo dito, miúda. Exemplar = para repetir. Desastroso = para evitar. Beijinhos = todos os que quiseres e todos os que mereceres, fazendo votos para que sejam em igual número. E reciprocados, já agora...

Sofia disse...

Não podia estar melhor dito...
beijnhos todos