segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Remédio Santo

No próximo fim-de-semana, sabem onde vou? Não é para fazer inveja, antes um convite a quem quiser por lá passar.

Horários: das 10 h às 23 (Dia 18 encerra às 21h)

"As receitas conventuais saíram dos conventos e dos mosteiros de Portugal e Europa, para se instalarem no Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça. A Mostra de Doces e Licores Conventuais permite saborear, durante quatro dias, verdadeiras maravilhas deixadas pela presença dos monges e monjas Cisterciences. Castanhas de ovos, Pão de Rala, Pão-de-Ló de Alfeizerão, Gradinhas e as Delícias de Frei João, são alguns dos exemplos da diversidade da doçaria que pode ser encontarda durante o evento. Os licores de Ginja de Alcobaça e Singevergam que ao longo dos séculos foram rodeados de secretismom serão tentações disponíveis a todos os que visitarem o Mosteiro." (in folheto promocional)

Já fui uma vez e acreditem que é um verdadeira maravilha... só ovos e açúcar... Por isso, o conselho é ir de barriga vazia, assim mesmo sem tomar o pequeno-almoço e muito menos o almoço e guardar muito espaço, para poder provar de tudo, incluindo os licores. Para prevenir possíveis quilos a mais, começem a dieta hoje mesmo, para que no 'dia D' a possam esquecer... Dizem, e se não dizem invento eu aqui mesmo, que todas aquelas doçuras fazem bem a tudo, até porque vêm do Convento - são remédio Santo.

Mas para aqueles que não puderem ir, ponham as mãos na massa e comecem a cozinhar:

Cornucópias
(Receita para 20 pessoas )

I N G R E D I E N T E S
Para a massa: 250 g de farinha; 3 colheres (sopa) de manteiga; 1 colher (chá) de fermento em pó; sal q. b.; azeite ou óleo (para fritar); açúcar e canela (para polvilhar)

Para o recheio: 1 chávena (almoçadeira) de doce de ovos-moles

Preparação: Misture a amasse a farinha, a manteiga, o fermento, o sal e a água até conseguir obter uma massa própria para tender. Tenda a massa com a espessura de cerca de 2 ou 3 mm. Corte em tiras de 1.5 cm de largo, e enrole em espiral, partindo de cima para baixo em forma de cornucópias, aconchegando bem. Frite em azeite ou óleo, ou mistura dos dois, a 160 ºC. Retire as cornucópias, passe-as por açúcar e canela e recheie com o doce de ovos-moles. (Receita retirada do livro: “Doçaria Conventual na Mostra de Alcobaça”- Chefe Silva)

Nota 1: Mad. estou a pensar especialmente em ti e, para não haver mais zangas, prometo comer uns docinhos por ti! Não me importo mesmo nada... ;)

Nota 2: Madrinha, espero que esta entrada anime os teus intervalos de trabalho árduo. Se tiver tempo, eu mesma faço o doce da Praia e levo-te aí uma tacinha pequenina, para não engordares.

10 comentários:

hfm disse...

Obrigada pela visita. Fiquei a babar-me...

madrinha disse...

Querida afilhada,
Se me trouxeres uma tacinha de doce(e pode ser grandinha, que eu depois faço dieta...), parece-me que o intervalo vai ser maior do que o tempo de trabalho. Mas não me vou queixar, isso garanto.
Beijinhos

Sofia disse...

Helena, seja bem-vinda a este cais. Eu babo só de pensar no que vou poder comer no Sábado... e babo mais porque estou em dieta!

beijinhos

Madrinha, mas que trabalhadora que tu andas! Eu amanhã talvez faça mesmo o doce e guardo uma tacinha para ti, daquelas pequeninas, como as de marmelada? LOL Queres? Com o que tens trabalhado (tens?) deves merecer... e prometo ajudar em vez de te distrair...

beijinhos e bom trabalho

Huckleberry Friend disse...

Madrinha, não é garantido, conhecendo a tua afilhada, que a taça aguente cheia a viagem de Alcobaça a Lisboa. Velarei pela sua integridade, esperando que tal não ponha em risco a minha...

madrinha disse...

Combinado, afilhado! Mas se chegar cá vazia, eu sei que foi por uma boa causa. Divirtam-se e venham de lá santos, com tanto remédio...

Sofia disse...

Huck, não é certo que a viagem aguente de Alcobaça a Lisboa? É garantido! Mas o Doce da Praia faço eu cá em casa. Acho que consigo guardar uma taça para levar à madrinha! (expressão bonita!)
Pelo menos no outro dia a 'tarta de membrillo' chegou lá inteirinha!

beijinhos aos dois
p.s. Porta-te bem e ainda te deixo rapar a lata de leite condensado

Mário disse...

A Sofia está conluiada com as bandas gástricas e os medicamentos para emagrecer.
Quer pôr-nos gordos - quem poderá resistir a doces e licores conventuais! - e depois, pronto!
Cuidado, cyberpeople. Este convite a Alcobaça é um doce envenenado!!!!
Vão por mim (a Alcobaça, claro!)

Sofia disse...

Nada disso... sou é gulosa! E, por este andar, quem precisa de uma, qualquer dia, sou eu!

Mas só para fazer inveja... ontem retomámos o ratatouille - muito saudável...

beijinhos

JG disse...

Ai, ai, ai... lá tenho que apregoar mais uma vez que uma das minhas principais qualidades é a goludice. Mnhammm, mnhammm, doces conventuais, uma perdição, uma estratégia das freirinhas para atrair (cala-te boca!).

Gostei de te ver lá pelo meu sítio.
Bjjj Sofia

Sofia disse...

jg, LOL... bem-vindo a este Cais. Já estava à espera de uma visita! Pois fica a saber que é uma qualidade a preservar e a manter... não custa nada! (só uns quilinhos a mais!)

Vou lá passar agora no teu sítio a ver as novidades, para me rir um bocado!

Beijinhos