quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Há sempre mais

Quando há coisas que me deixam triste...

uma manhã que nasce muito escura,
em que faz demasiado frio,
chove a cântaros e eu não tenho guarda chuva,
quando quero dormir e não consigo,
tenho fome,
quero estar sozinha, mas não há espaço,
tenho sono e ainda falta tanto para chegar a hora de ir para a cama,
preciso de alguém que me oiça sem perguntar,
tenho sono, mas tenho de acordar,
é de noite e ainda não sõ horas de jantar,
quero mais e não há...


Há coisas que me fazem muito feliz...
uma música alegre,
um saco de água quente acabadinho de preparar,
alguém que me ofereça abrigo e me convide para tomar chá,
que me cantem baixinho uma música... a Sofia vai dormir, a Sofia vai nanar!
que me ofereçam um ovo Kinder,
um vislumbre de um pôr-do-sol,
um ombro onde deitar a cabeça por uns instantes,
um amigo/a que me faça rir e dizer disparates,
um pequeno-almoço doce, na cama,
ir ver o mar de Inverno muito branco e brilhante ou ir ver o rio lá de cima,
mais? há sempre mais...

NOTA: A quem realiza os meus desejos quase todos...

4 comentários:

miguel disse...

A autora é a própria sofia? Se assim fôr, temos talento confirmado. Li várias vezes de seguida, e quando assim é, quer dizer que gostei mais que o habitual. Parabéns!

do lado de cá disse...

grande texto.mostra que há sempre algo q vem dar esperança nos maus momentos.n sei se hei-d dizer q tens sorte por teres quem t realize desejos ou s é essa pessoa q tem sorte por ter alguém tão sensível como tu... talvez os dois tenham, nos bons e maus momentos. beijinho e obrigado por alegrares a minha manhã

Huckleberry Friend disse...

Ontem contavas-me, de olhos a brilhar, que tinhas posto uma entrada nova no teu cais. Sem a ter lido, duas ou três pistas ajudaram-me a adivinhar parte da coluna de cima e deduzir o que teria de estar em baixo... agora diz-me: porque é que as coisas fáceis de adivinhar entre um golo na cerveja e travar o tabaco nem sempre saem quando devem? Será para manter o quase, imprescindível para que haja sempre mais?

Sofia disse...

Ups Miguel... sim fui eu que escrevi! Já me deixaste a face ruborixada... obrigada! Ainda não te conseguimos dar a grande notícia, mas um dia destes temos de nos ver todos!

Do lado de cá, bem-vindo/a a este Cais. Acho que temos a sorte de sermos cumplicidades a caminhar lado a lado, de mão dada. Às vezes mais forte, outras vezes só segurando no dedo mindinho... mas esperamos sempre por mais e melhor!

Huck, não compliques! E parabéns - acertaste em todas.
Merci pelo ovo Kinder... eu adoro!

beijinhos aos três