quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Não fique triste assim...

- Não, não é de ti, mas de mim. Nos dias em que me sorris e abraças, me apertas fundo e me guardas no corpo, é como se cantasses para mim. Nos dias em que acordo triste, sem forças, são as tuas que me carregam e me põe no ar, a pairar. Fico ali horas sem fim, esperando que voltes para me buscar, para me levar de novo aos braços onde quero dormir. Já passou mais um dia.




Sente o céu, repara o mar
Há muito mais pra eu te mostrar
Não chore não, não fique triste assim

Eu te amo tanto que teu pranto
Fez-se canto pra mim
Sorria por favor, tenha esperança

6 comentários:

inês miguéis disse...

espreitei o outro blogue e fiquei com vontade de ir para o campo... um beijinho.

Sofia disse...

Eu também tenho essa vontade!
Obrigada pela visita! Volte sempre! Já lá passei no seu!

beijinhos

Cleopatra disse...

Sofia!
Está escrito com tanto sentimento!
Faz-me vem vir aqui ao teu Cais..é sempre um bom porto!!!

Um beijinho grande
Cleo

Sofia disse...

Ainda bem que gostaste Cleo. e aporta aqui sempre que quiseres, mas nada de passar mais de uma hora aqui? Certo?

beijinhos
p.s. Já li o nº 1... estou ainda mais apaixonada!

marta disse...

Finalmente já lá estão as palavrinhas

As minhas desculpas, por ter sido só agora.

Sofia disse...

Ai Marta... estou a demorar com o das nomeações! Mas talvez deixe mesmo para a noite dos óscares! tenho tido pouco tempo! Obrigada!

beijinhos