quinta-feira, 24 de abril de 2008

The day after

Gilbert Becaúd- L'important c'est la rose

Segundo a tradição catalã, no dia 23 de Abril, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa encarnada de São Jorge (Saint Jordi) e recebem em troca um livro. Eu e a minha costela espanhola seguimos a tradição. Recebemos uma flor e oferecemos um livro. A propósito, lembrei-me ainda de um poema de García Lorca que tenho num quadro em casa, por baixo de uma rosa seca que guardo há quase dez anos:

¡Ave rosas, estrellas solemnes!
Rosas, rosas, joyas vivas de infinito;
bocas, senos y almas vagas perfumadas;
llantos, ¡besos!, granos, polen de la luna;
dulces lotos de las almas estancadas;
¡ave rosas, estrellas solemnes!

(...)
Flor eterna. Conjuro al suspiro.
Flor grandiosa, divina, enervante,
flor de fauno y de virgen cristiana,
flor de Venus furiosa y tonante,
flor mariana celeste y sedante,
flor que es vida y azul fontana
del amor juvenil y arrogante
que en su cáliz sus ansias aclara.

¡Qué sería la vida sin rosas!
Una senda sin ritmo ni sangre,
un abismo sin noche ni día.
Ellas prestan al alma sus alas,
que sin ellas el alma moría,
sin estrellas, sin fe, sin las claras
ilusiones que el alma quería.

(...)

Nota: Ler todo
aqui.

3 comentários:

Huckleberry Friend disse...

Tanta coisa boa numa entrada só! Lembranças de valsar ao som de Bécaud, memórias de outra valsa que me ensinaste que era um poema do Lorca, a imagem da rosa emoldurada que é um dos maiores tesouros da nossa casa e a expectativa de um livro que ainda não desembrulhei. Feliç Sant Jordi, meva petita mare molt estimada!

Sammia disse...

Este é um ritual tradicional para os Espanhois Sofis?

Aqui comemora-se o dia de São Jorge e eu como devota logo o reverencio aqui também.

Beijos para tí, para o Huck e para meu afilhado limãozinho :)

Sofia disse...

Foi uma das primeiras, não é verdade? E ninguém sabia de nada! Eu sabia que ias gostar!
beijos

É sim, Sammia!
Os beijinhos foram todos entregues, a ver se ainda mando hoje as fotografias!
beijinhos aos dois