quinta-feira, 10 de abril de 2008

Atenção pecadoras!!!

Rosário Andrade - Adão e Eva (2005), encontrado aqui.


Para as minhas amigas, para que não se deixem levar por maus caminhos:


Hoje ando em arrumações na Biblioteca, a tirar de um lado e a pôr do outro. Os livros passeiam-se de estante em estante e aproveito para limpar o pó, entre dois espirros de alergia. A música canta alto e eu com ela. Danço com a vassoura, com o pano do pó e com um ou dois livros mais pesados. Às vezes páro para descansar, quando algum livro me seduz mais.

É o meu grande problema neste emprego - o jogo de sedução. Olho para as estantes e perco-me com os títulos, levanto-me, vou ter com eles e trago-os para o pé de mim. Abro, começo a ler, continuo, mais um bocadinho, só mais uma página e já perdi imenso tempo. Ando aqui numa luta entre a emoção e a razão (um duelo clássico!). Ontem foi o Tratado de Cozinha e de Copa do Bento da Maia. Hoje ando aqui às voltas com o Pureza e Formosura do Dr. Tihamér Tóth (professor da Universidade de Budapeste), de 1953, dirigido às donzelas, apelando à sua pureza!

Diz a Introdução: 'É para conservares a tua alma sempre cristalina que escrevo este livro.' Já estou no segundo capítulo e estou a rir à gargalhada. Não aguentei não partilhar e já tirei cópias dos melhores sub-capítulos. Acabei de ler agora o Sedução pecaminosa. Diz assim: 'O desabrochar de nova vida é sempre acompanhado de profunda alegria. Contempla a natureza da Primavera: o sol brilha, canta nos salgueirais o rouxinol, a brisa corre mansamente, zumbe a abelha, o regato murmura!'


Avancemos... Pura e bela:


'Tens o dever sagrado de guardar estes desejos e tendências até ao dia em que te apresentarás diante do altar do Senhor, onde o teu futuro marido te receberá pura e branca como a neve.'


Antes do casamento, nunca, seja pelo motivo que for, hás-de dar satisfação a estas tendências e nem sequer prestar ouvidos a vozes sedutoras.


Fora do matrimónio não é lícito cnsentir, com conhecimento e plena deliberação, em pensamentos, desejos, sensações e actos que se refiram à chamada 'vida sexual'. Está vigilante e não consintas em tais pensamentos, olhares, conversas ou acções.
(...)


Cara donzela, queres conservar-te pura?


Há raparigas que, infelizmente, não vigiam, que, sem receio, caminham pela vertente que leva ao precipício. Ai dauquela que começa a descer! Ai daquela cuja alma, em plena Prmavera, apanha a geada duma noite de Maio!'


(...)


Cuidado! Cuidado com os olhos! Não permitas nunca, sob nenhum pretexto, que eles se fixem em nada que possa ofender no mínimo a pureza da tua alma. Não esqueças que no mundo actual pulula em torno de ti uma multiplicidade de inimigos.
(...)
Sabei que se uma jovem é, desde há muito tempo, escrava do pecado de impureza, a sua libertação será difícil, dificílima.
O segredo está em... conseguir passar algumas semanas, alguns meses sem pecar.'
Ainda terei salvação??????

8 comentários:

Sammia disse...

Surpresa para você no Ânsia Detalhada Sofis. Espero que goste :)

JG disse...

Onde foste tu arranjar uma preciosidade destas?
Será que o Dr. Tihamér Tóth conseguiu salvar alguma donzela dos pecados da carne e consevá-la pura até à anulação do pecaminoso casamento e união da carne?

Depois contas.

E é por isso que andas de lágrima fácil?

Bjjjjj

av disse...

LOLOLOL "Pura e branca como a neve"??? Então e em África, não há donzelas?
Olha, sabes o que te digo? Fico-me pelo Bento da Maia(que até tenho, por acaso), sempre dá para aprender umas boas receitas de pecados da carne... e do peixe!
Beijinhos
(só tu!)

Sofia disse...

Obrigada, Sammia! Gostei muito e vou guardar para sempre!

Beijos amiga

JG, na minha biblioteca, claro!
Eu devo ter lido demasiado tarde e acho que não terei salvação!
beijos

p.s. O mail já seguiu, assim deves-me dois ;)

Aninhas, eu não te avisei!!! Genial, mas vale mesmo a pena ler, porque é de chorar a rir! Bento da Maia continua aqui ao meu lado, para que eu possa, com o olhar, saciar os meus salgados desejos da carne... LOL

beijos

Mateso disse...

Salva Ação, está bem ,está. Tudo nos conformes dado o novo acordo... assim
a acção perpetuou-se na "descida". Já agora em termos de geada e porque segundo me parece estamos na Primavera, anda por estes lados ar de tamanha nevada... pior, logo lugar de perdição...calorosa.
Extremamente delicioso o extracto... os tempos de antanho na busca de uma castidade que nunca existiu . Se assim não fora, porque escrever tão detalhadamente sobre os malefícios do "precipício" Tempos...que tempos...
beijinho.

Sofia disse...

Olá Mateso, como estás?
É verdade, este texto é uma pérola... mas desconfio que por aqui andam muitas outras... hei-de encontrá-las, gosto destes caminhos do pecado!

beijinhos

tcl disse...

acho que não tens salvação, não...

Sofia disse...

Ainda bem... ;)

beijinhos